CSNU

 Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU)

Criado em 24 de outubro de 1945 e sediado na cidade de Nova York, o Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), considerado um dos mais importantes comitês da Organização das Nações Unidas (ONU), assume a liderança na determinação da existência de uma ameaça à paz ou ato de agressão. Assim, ele convida as partes envolvidas em um conflito externo a resolvê-lo por meios pacíficos e apresentando métodos de ajuste ou termos de solução. [1]

Nesse contexto, o CSNU é composto por dez membros eleitos e cinco membros permanentes, quais sejam: China, Estados Unidos da América, França, Reino Unido da Grã- Bretanha e Irlanda do Norte e Rússia, sendo eles os países vitoriosos na Segunda Guerra Mundial, ressaltado o fato de que pode haver outros membros, sendo esses apenas observadores. [2]

Ainda assim, a Carta das Nações Unidas afirma que cada membro, eleito ou permanente, do Conselho de Segurança possui um voto. Todavia, as delegações permanentes possuem, além do poder de voto, o poder de veto. Ou seja, se um voto negativo ocorrer, a decisão automaticamente não será aprovada pelo Conselho.[2] Dessa forma, nesta edição da SOI os participantes irão representar uma delegação e buscar soluções em comum acerca dos temas a seguir abordados.

TEMA A: A ocupação do Afeganistão pelo Talibã: A atuação da comunidade internacional perante o impasse.

Por volta do segundo semestre do ano de 2021, um alarmante acontecimento chamou a atenção da comunidade internacional: a tomada do governo do Afeganistão pelo grupo Talibã. Nesse contexto, é imprescindível mencionar que, com o passar dos anos, o país se tornou um dos mais pobres do mundo, por ter vivenciado em sua história uma guerra civil e a ascensão do grupo citado, o qual já proporcionou, em inúmeras oportunidades, situações que instalaram o medo na sociedade nacional e internacional. 

Contudo, pouco tempo atrás, o grupo tomou o governo afegão e anunciou a implementação de um novo governo comandado pelos seus líderes, que seguirá as diretrizes da lei Sharia. Porém, tal lei possui diversas formas de ser interpretada e, no caso do Talibã, ela é compreendida de um modo extremamente rígido e violento, com um histórico de execuções públicas, apedrejamentos, opressões as minorias sociais, punições com chicotadas, entre várias outras atrocidades. 

Diante dessa calamidade, que foi agravada com a retirada das tropas estadunidenses do local, a Organização das Nações Unidas (ONU) veio a alertar acerca de alguns fatores, dentre os quais uma onda de refugiados oriunda do Afeganistão, um agravamento na crise migratória mundial e a indubitável necessidade da comunidade internacional unir-se e auxiliar o povo afegão e qualquer outro povo que venha a ser afetado. Destarte, torna-se cabível uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas para que elas possam, conjuntamente, traçar soluções que mitiguem as consequências do acontecimento catastrófico corrente no Afeganistão.

TEMA B: A situação da Etiópia: O fornecimento de ajuda humanitária ao país.

Em 2019, o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, recebeu um prêmio Nobel da Paz e foi considerado um ofertador de paz na região. Já em 2020, este passou a liderar uma Guerra Civil, deixando no país marcas de genocídio. De modo que, tal evento teve início com a promessa de Abiy Ahmed de que cessaria rapidamente as tentativas da Frente Popular de Libertação do Tigré de retomar o poder.

No entanto, a situação do povo da Etiópia se encontra em meio a atrocidades, como milhares de mortos, além de diversas pessoas sem moradia, escassez de alimentos, bloqueio vital de primeiros-socorros, falta de medicamentos, massacres, violências sexuais, entre outros contextos que ensejam ajuda humanitária na região.

Destarte, o conflito perdura até os dias atuais e já foi declarado estado de emergência ao país e atrelado a isso, os Direitos Humanos das Nações Unidas reportam que há crimes contra a humanidade, enquanto o governo do país classifica a situação atual da nação como uma “guerra existencial”. 

Mister destacar que, à medida que a guerra e seu impacto sobre a sociedade se aprofundam, os líderes mundiais expressam sua preocupação por meio da restrição do governo etíope à ajuda a Tigré, uma das regiões da Etiópia. Dessa forma, faz-se de extrema importância uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para que sejam alcançados resultados que viabilizem o acesso de ajuda humanitária à população etíope que tanto necessita, bem como soluções que auxiliem o país a cessar a Guerra Civil instaurada em seu território.

Filmes/Séries Relacionados:

  1. Missão no Mar Vermelho (2019), 2h09min, Direção: Gideon Raff. Sinopse disponível em: https://www.adorocinema.com/filmes/filme-254948/. Acesso em dez. 2021.
  2. 12 Heróis (2017), 2h11min, Direção: Nicolai Fuglsig. Sinopse disponível em: https://www.adorocinema.com/filmes/filme-181056/. Acesso em dez. 2021.

Livros Relacionados:

  1. YOUSAFZAI, Malala. Eu sou Malala: a história da garota que defendeu o direito à educação e foi baleada pelo Talibã. 2013. Sinopse disponível em: https://www.amazon.com.br/Eu-sou-Malala-hist%C3%B3ria-defendeu/dp/8535923438. Acesso em dez. 2021.
  2. COCKBURN, Patrick. A origem do estado islâmico: o Fracasso da “guerra ao Terror” e Ascenção Jihadista. 2016. Sinopse disponível em: https://www.amazon.com.br/Origem-Isl%C3%A2mico-Fracasso-Ascens%C3%A3o-Jihadista/dp/8569536003. Acesso em dez. 2021.

REFERÊNCIAS     

[1] CONSELHO DE SEGURANÇA DAS NAÇÕES UNIDAS. History of the United Nations. Disponível em: https://www.un.org/en/about-us/history-of-the-un. Acesso em: 13 jan. 2022.

[2] CONSELHO DE SEGURANÇA DAS NAÇÕES UNIDAS. Peace and Security. Disponível em: https://www.un.org/securitycouncil/. Acesso em: 13 jan. 2022

[3] CONSELHO DE SEGURANÇA DAS NAÇÕES UNIDAS (CSNU). Voting System and Records. Disponível em: https://www.un.org/securitycouncil/content/voting-system. Acesso em: 28 dez. 2021.

[4] UNITED NATIONS NEWS. Ethiopia: Future of Tigray and Horn of Africa ‘in grave uncertainty’. Disponível em: https://news.un.org/en/story/2021/11/1105252. Acesso em dez. 2021.

[5] CNN. Ethiopia is at war with itself. Here´s what you need to know about the conflict. Disponível em: https://edition.cnn.com/2021/11/03/africa/ethiopia-tigray-explainer-2-intl/index.html. Acesso em dez. 2021. 

Diretores Acadêmicos:

Maria Clara Rodrigues Barata

Richardson Emanoel de Brito Borba

Diretores Assistentes:

Beatriz Arruda da Costa Lima

Fernanda Aguiar de Medeiros

Fernanda Beatris Peixoto Matos

Marcos Vinícius dos Reis Almeida

Tutor:

João Miguel de Carvalho Alves

Guia de Estudos

Guia Anexo